Inspirada na JMJ Rio2013, a Comissão da CNBB para a Juventude lançou em todo Brasil o Rota 300, um projeto para impulsionar a evangelização da juventude, em sintonia com a comemoração dos 300 anos da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Na arquidiocese de Maringá uma cartilha digital orienta, oferece dicas e outros subsídios para a participação das paróquias nesta iniciativa. O material está disponível para baixar no blog Jovens Católicos <jovensarquimaringa.blogspot.com.br>.

Os trabalhos paroquiais devem começar já neste mês de julho. É recomendada a realização de um encontro com todos os jovens para apresentar o projeto e preparar uma parte da bandeira peregrina. Os sonhos dos jovens serão inscritos em um pedaço de tecido que será unido com outros enviados pelas paróquias, formando um grande bandeira.

Baixar Cartilha

O símbolo será entronizado no dia 15 de agosto, na festa de apresentação da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, uma réplica da original, que até agosto de 2017 vai passar por todas as paróquias da Arquidiocese. Após o encerramento do projeto, a bandeira construída pelos jovens e com seus sonhos será enviada para o Santuário Nacional de Aparecida.



Protagonismo juvenil
Outra tarefa importante das comunidades será envolver a juventude no planejamento e execução da peregrinação da imagem. O arcebispo de Maringá, dom Anuar Battisti, destaca que os jovens são os “protagonistas desta caminhada, com Maria, a mãe evangelizada e evangelizadora”. O pedido do bispo é para que “todos que se organizem, junto com os padres e lideranças de vossas comunidades, e que tudo seja feito na maior harmonia e solidariedade”.

O projeto não se resume à passagem da imagem pelas comunidades. Motivados pela devoção mariana, os jovens também são chamados a desenvolver iniciativas que contemplem os três eixos do Rota 300, missão, assessoria e estruturas de acompanhamento. “Acima de tudo, a peregrinação deve ser capaz de gerar muitas experiências missionárias juvenis, suscitar um maior número de adultos que possam acompanhar os jovens e seus grupos, garantir mais estruturas eclesiais juvenis”, explica a coordenação arquidiocesana da juventude.

Cartilha Rota 300
O subsídio preparado para orientar a realização do Projeto Rota 300 na Arquidiocese de Maringá é uma publicação digital com 72 páginas divididas em cinco capítulos.

O capítulo 1 traz uma apresentação do projeto e um cronograma com as atividades previstas. O capítulo 2 apresenta informações que vão ajudar na realização do projeto nas paróquias. O capítulo seguinte trata da peregrinação da imagem trazendo, desde o calendário da passagem da imagem, até sugestão de diversas atividades que poderão ser realizadas.

No capítulo 4 o leitor terá 13 anexos que trazem conteúdos diversos como roteiros de orações, informações históricas e passagens bíblicas marianas. Por fim, a cartilha explica sobre a organização da juventude na Arquidiocese e divulga os contatos da coordenação.



Gelinton Batista, pela Coordenação colegiada da Pastoral Juvenil